Notícias:

 
Recife é palco de campanha nacional contra exploração sexual de crianças e adolescentes


 Com o intuito de avaliar e dar os próximos passos para a Campanha ANA, ocorreu nos dias 17 e 18 de agosto, a oficina regional de metodologia pela ECPAT Brasil. Reunindo diversas organizações da sociedade civil associadas ao enfrentamento às violências sexuais, no Centro Dom Helder Câmara de Estudos e Ação Social (CENDHEC), o evento contou com discussões sobre como vem sendo trabalhado esse tema.

                Tentando trazer uma contextualização histórica para avaliar a efetivação da Campanha ANA, foi visualizado que o método para levar a campanha mais a fundo é se basear no protagonismo e participação nos jovens quanto ao combate às violências. Apesar de positiva, foi observado que a campanha ainda pode ser mais difundida em todos os estados do país, e ter um maior alcance principalmente entre os adolescentes que não tem acesso a internet, já que ela se propaga virtualmente.

                No segundo dia de evento, foi abordado também uma analise situacional de controle social pelas redes do ECPAT Brasil, e como isso pode ser mais efetivo diante dos seminários a serem realizados em cada estado. Além disso, as organizações dos estados da região Nordeste, se reuniu para discutir também como a campanha pode pesar diante da realidade que os jovens se encontram na região.

                Esses seminários que foram previstos no evento, fazem parte do projeto apoiado pela Secretaria de Direitos Humanos, e com realização pela ECPAT Brasil, Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes e pela ANCED. No Rio Grande do Norte, o Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDECA Casa Renascer, está responsável por articular e mobilizar o Sistema de Garantia de Direitos para a realização do seminário.

Campanha ANA

                A Campanha ANA (Aliança Nacional dos Adolescentes), é uma iniciativa da ECPAT Brasil junto ao Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, que tem como perspectiva informar e garantir a propagação e o protagonismo dos adolescentes sobre a proteção contra violências sexuais.

                Lançada em 2013, com o objetivo de garantir a autoproteção das crianças e jovens na Copa do Mundo, com o tempo foi se diversificando e ganhando um respaldo nacional pelo fato de a campanha trabalhar o Web Ativismo, e por ser pensada pelos adolescentes que fazem parte do Comitê e da ECPAT Brasil.

                O projeto  tem como objetivo ser finalizado ainda em 2015, a partir de formações de adolescentes multiplicadores em combate às violências sexuais, e a partir do processo de sistematização da campanha durante todos esses 3 anos.

Conheça mais da campanha, acesse suas redes virtuais!

www.anamovimento.blogspot.com.br
facebook.com/campanhaana
instagram.com/anamovimento
youtube.com/campanhaana
ana.movimento@gmail.com