Blog

Cursos

Ciclo de Oficinas e Formações da Casa Renascer

Data:10/12/2020 22:11:06

A sexualidade é uma Construção Social?




Na última quarta-feira, 16 de setembro, e seguindo as recomendações das organizações de saúde, a equipe do CEDECA Casa Renascer recebeu Lídia Rodrigues para uma tarde afetiva, com muita trocas de saberes, no formato On line.




O Cedeca Casa Renascer, que em 2021, vai completar 30 anos de atuação e lutas na defesa de direitos humanos de crianças e adoelscentes, em especial as que sofreram violência sexual, está realizando um ciclo de formações e oficinas para toda a sua equipe de profissionais.






Lídia Rodrigue, Artista, Ativista de Direitos Humanos e Sexuais, Educadora Social, Assessora Parlamentar do Deputado estadual Renato Roseno(CE), é Estudante de Filosofia e Poeta e Parceira de muitos processos formativos dos profissionais  da Casa Renascer,  nessa tarde, nos trouxe com muita propriedade de enfoque, e abordagem metodológica o  tema "Sexualidade, Sociedade e Corpos".






Partindo de provocações sobre o tema e de nossas construções imagéticas social, dos nossos espaços de enfrentamento e áreas,  construímos uma linha do tempo em torno dos conceitos  relacionando com o processo histórico da violência estrutural sobre os corpos, a nossa existência e, por conseguinte, a história geopolítica dos povos com enfoque na colonialidade. Nesse encontro, Lídia nos presenteou com a literatura de Grada Kilomba, na perspectiva dos estudos de colonialidade, e  nos trouxe um pouco de Silvia Federici, ativista e escritora italiana, para que refletíssemos sobre como o  capitalismo cria continuamente hierarquias, formas de escravização e desigualdades entre gêneros.






Pensar o afeto, a afetividade, a sexualidade, o sexo, a sociedade e como cada um de nós enxergamos o mundo e as relações de poder, foi revisitado no contexto do campo político, do capitalismo e da sociedade para compreendermos como estes determinam a distribuição dos papéis sociais forjados na binariedade dos corpos, para assim  compreendermos o processo da orientação sexual como uma construção de identidade política.

Por: Concita Alves - Jornalista

COMPARTILHAR
16/02/2021 17:28:48
Crianças e Adolescentes devem ser prioridades absolutas.

15/02/2021 14:35:52
Morre o Professor Joiran Medeiros referência na luta por Educação Inclusiva.

12/02/2021 16:03:47
Carta Manifesto em Defesa do CONANDA e da Eleição do BIÊNIO 2021 a 2022

05/02/2021 15:35:12
Direitos Humanos para Adolescentes é tema de Encontro em Goianinha.

10/12/2020 23:12:30
Resultados do SELO UNICEF NO RN - Edição 2017/2020.

add